Maaya Sakamoto – Poketto Wo Kara Ni Shite

Maaya Sakamoto – Poketto Wo Kara Ni Shite

Esvazie seus bolsos

tumblr_nsj95dKHNI1uyap7po1_500

Reflexões da Maaya: Essa música é de quando eu tinha 16 anos. Em algum lugar no meio do caminho se tornou uma música chave que eu canto nos concertos. Quando escuto o entusiasmo da audiência e a parte do “lalala”, a parte mais profunda de mim é atingida e isso me provoca uma emoção tão grande que eu chego a tremer. Mas depois eu fiquei muito surpresa de descobrir que muitos fãs não conhecem a versão original dessa música que eu canto em todo show. Acho que não posso culpa-los, as pessoas hoje em dia provavelmente não escutam meu primeiro álbum… bem, aqui está: Essa é a versão original

Letra: Yuho Iwasato
Composição e Arranjo: Yoko Kanno
Aparece em: Grapefruit Album, Singles Collection + Hotchpotch, Everywhere Album

Se o vento mudasse
Talvez o caminho melhorasse
“A riqueza nos arruinará!”, eles dizem
Mas eu não sei nada sobre isso

Não deveria ter regras para sonhos ou coisas assim

Venha, esvazie seus bolsos, vamos sair em uma jornada!
Mesmo que não tenhamos um objetivo, nem nada
Então, venha! Esvazie seus bolsos, vamos sair em uma jornada!
Levando conosco nossos sentimentos inconvenientes

Enquanto descanso em um campo gramado
Olho para o céu
Para a confusa poeira estelar
Achei uma estrela cadente!
Mas o que eu vou desejar?
Não sei…

As pessoas amam,
Vivem e morrem

Venha, esvazie seus bolsos, vamos sair em uma jornada!
Mesmo que não tenhamos um objetivo, nem nada
Então, venha! Esvazie seus bolsos, vamos sair em uma jornada!
Levando conosco nossos sentimentos inconvenientes

Venha, esvazie seus bolsos, vamos sair em uma jornada!
Mesmo que não tenhamos um objetivo, nem nada
Então, venha! Esvazie seus bolsos, vamos sair em uma jornada!
Levando conosco nossos sentimentos inconvenientes

Esse é um destino tão curioso
Vamos destrui-lo por uma jornada até o amanhã incerto
Vamos deixar a cidade prateada para trás
Levantar a bandeira bem alto
E brandi-la!
E brandi-la!

Advertisements

Maaya Sakamoto – Eternal Return

Maaya Sakamoto –  Eternal Return

Eterno Retorno

tumblr_nqo9j387BC1uyap7po1_500.jpg

Notas da Maaya: Escutando a introdução eu intuitivamente pensei que deveria ser a primeira faixa. Queria cantar descrevendo desejos reais em meio a socos de um piano animado. Senti, quando arrumei esse álbum, que deveria sincronizar com algo assim, embora não fosse necessário nada expressivamente arriscado, não poderia fazer isso. 

Letra: Maaya Sakamoto
Composição: Atsushi Suemitsu
Arranjo: Atsushi Suemitsu

Há amores que não se realizam, mesmo que você ame com tudo que pode
Há sonhos que não se realizam, mesmo que você deseje com todo o seu coração
Estou voando em baixa altitude, quase passando o limite
Mas meu destino ainda ainda está muito longe
Agora, o que eu deveria fazer?

Por que, por que, por que eu continuo estendendo minhas mãos
Mesmo quando quero desistir?

Eu sei que um cometa não pode me salvar
Mas eu abro minha janela de qualquer maneira
Com um vento favorável eu voo mais alto, para um lugar além da gravidade
Não posso voltar mais

Mais e mais além da consciência
Deixo para trás esses longos e brilhantes rastros azuis
Meu corpo fraco tem esperança
Ah, eu, eu cantarei uma canção

Esqueci uma pequena caixinha escondida debaixo da minha cama
Uma caixa prateada cheia de tesouros especiais
Desde então, sempre…

Por que, por que, por que eu continuo estendendo minhas mãos
Mesmo quando quero desistir?
Sou incapaz de manter isso guardado em mim
Ah, eu, eu cantarei uma canção
Mais e mais além da consciência
Deixo para trás esses longos e brilhantes rastros azuis
Um sonho dentro de um sonho

Me salve, me salve,
Me dê, me dê liberdade,
me dê, me dê um milagre

Maaya Sakamoto – Sono Mama De Iinda

Maaya Sakamoto – Sono Mama De Iinda

Você está bem como está

tumblr_nsj95dKHNI1uyap7po1_500

Letra: Gabriela Robin
Composição e arranjo: Yoko Kanno
Aparece em: Grapefruit Album

Está bem do jeito que está
Eu disse essas palavras
Está bem do jeito que está
Para preencher o vazio no meu coração

Mesmo que haja coisas tristes
Eu amarro bem meus sapatos para prendê-las entre os meus dedos dos pés

Copio as franjas de alguém
Por medo de um futuro incerto
Escrevi no meu diário
Que sei sobre tudo
Mas está bem do jeito que está

Está bem do jeito que está
O tempo que me pegou de surpresa permanece firme
Está bem do jeito que está
Para me envolver na dor abundante

Minhas duas pequenas mãos estão cheias
Essa é vida é só minha
Não deixarei que ninguém mais decida

Corações de gelo passam uns pelo outros
Enquanto tremo vivendo nesta cidade
Quero acreditar e amar alguém
E também encontrar contigo

Embora eu suba a colina
O futuro é um pouco diferente do que eu esperava
Penso calmamente que não preciso de mais nada
Sem dúvida está bem do jeito que está

Maaya Sakamoto – Kazemachi Jet

Maaya Sakamoto – Kazemachi Jet

Jato Esperando por um Tempo Bom Sakamoto_Maaya_-_Kazeyomi

Letra: Maaya Sakamoto
Composição: Shoko Suzuki
Arranjo: Meshita Takahiro
Aparece em: Kazemachi JET/Spica Single, Kazeyomi Album (Versão Kazeyomi cujo arranjo é da Shoko Suzuki), Singles Collection + Mitsubachi (Versão Mitsubachi), Okaerinasai Single (Versão Ao Vivo)

Você ainda não percebeu
Que eu e você temos o poder de mudar o ontem

Não tenho motivo, mas me sinto sozinha
Minhas lágrimas caem em grandes gotas
Eu quero ver apenas uma pessoa
Aquela que vi desenhando o céu e é você

Pegue minha mão e vamos juntos
Estendendo nossas mãos, vamos segurar o vento
Pegue minha mão e não sinta medo
De mãos dadas posso até voar se você estiver comigo

Você ainda não percebeu
Que o pesadelo que teve outro dia
Não existe em lugar nenhum

As memórias que você carrega com carinho
Está tudo bem em tê-las, mas o tempo flui
O que eu quero dizer é que em breve
Você vai ter coisas melhores acontecendo com você

Olhe! Levante sua voz e vamos começar a correr
Faça-se ouvir e transborde
Levante sua voz enquanto eu estiver rindo
Gritando alto, agora eu posso dizer que te amo

Pegue minha mão e vamos juntos
Estendendo nossas mãos, vamos segurar o vento
Pegue minha mão e não sinta medo
De mãos dadas posso até voar se você estiver comigo

Você ainda não percebeu
Mas o amor tem o poder de mudar o mundo!

Maaya Sakamoto – Okaerinasai

Maaya Sakamoto – Okaerinasai

Bem vindo

Letra: Maaya Sakamoto
Composição: Yumi Matsutouya
Arranjo: Toshiyuki Kubota
Aparece em: Okaerinasai Single, Singles Collection + Mitsubachi Best Album, Hajimari No Umi Single (Versão Acústica), Shiawase ni Tsuite Watashi ga Shitteiru 5-tsu no Houhou / Shikisai Single (Versão ao vivo em estúdio no DVD, disponível apenas na versão limitada do single)

Entre o resto da chuva de verão
Eu vejo suas costas enquanto corre para a estação
Te segui apressadamente em meu uniforme de manga curta
E as gotas de água pularam em meus cílios

Cada gentileza nesse mundo, cada linda cor desse mundo
Eu sabia de todas elas, mas não conhecia o mundo

Bem vindo de volta às suas memórias
Quando quiser chorar, quando quiser me ver, eu estarei aqui por você
Bem vindo aos sonhos que vimos
Tudo que amamos está agora olhando por você

Solto meu cabelo
Agindo como a garota que vi uma vez em um filme
Lavo meu rosto com água fria e toda a tristeza é lavada junto

Tudo que desenhei no céu
Surgiu voando na frente dos meus olhos
Pude de verdade sentir o peso e a forma

Bem vindo de volta às suas memórias
Olhar para trás e mudar não é uma fraqueza
Bem vindo, eu entendo
Você não tem que dizer uma palavra, não perguntarei nada
Simplesmente vou te abraçar gentilmente

Bem vindo de volta às suas memórias
Quando quiser chorar, quando quiser me ver, eu estarei aqui por você
Bem vindo, venha entender
Que viver também é esquecer
E o presente está sempre brilhando o máximo que pode

Maaya Sakamoto – Mameshiba

Maaya Sakamoto – Mameshiba

Mameshiba

Reflexões da Maaya: Primeiro esse título ia ser apenas temporário, Kanno-san escolheu antes de a letra existir. Depois que a letra ficou completa, seu tema era “Correrei tudo que tiver que correr pela pessoa que amo, então chame meu nome!” e tinha uma imagem de uma arrancada com toda força como os cachorros fazem, então o título ficou. Para o clipe musical nós filmamos com um Mameshiba real (Mameshiba é uma raça de cachorro))

Letra: Maaya Sakamoto
Composição: Yoko Kanno
Arranjo: Yoko Kanno
Aparece em: Mameshiba Single, Lucy Album, Everywhere Best Album

A chuva de ontem deu um banho nas frias estrelas da cidade do leste
Com dor, você murmura baixinho para si mesmo
Sua música favorita

Eu tenho que ir
Ele tem vagado dentro de uma escuridão profunda e ninguém irá ajuda-lo
Eu, eu posso correr para qualquer lugar sem me perder
Então chame meu nome várias vezes, alto e nítido

Até o cenário desolado pelo qual eu passo
Se transforma no poder que chuta firmemente o chão

Seus braços que fecharam a porta teimosamente agora precisam de ajuda
Eu, eu posso correr para qualquer lugar sem me perder
Então chame meu nome várias vezes, alto e nítido

O caminho é muito maior do que eu imaginei
E eu preciso de coragem nesse coração trêmulo
Chame meu nome, alto e nítido

Eu tenho que ir
Ele tem vagado dentro de uma escuridão profunda e ninguém irá ajuda-lo
Acredito que um dia vai chegar a hora desse amor curar todas suas feridas e cansaço
Então chame meu nome várias vezes, alto e nítido

Mais rápida que todo mundo eu vou te alcançar onde você estiver
Vou jogar fora os fios de aborrecimento que te amarraram
Apesar da manhã parecer distante, apesar de parecer que a chuva vai cair
Vou onde você estiver