Maaya Sakamoto – Arco

Maaya Sakamoto – Arco

Arco

waiting for the rain

Letra: Yuho Iwasato
Composição e Arranjo: Yoko Kanno
Aparece em: Follow Me Up Album

Você ainda se lembra
Do sonho que vimos naqueles dias
Em meio ao vento frio?

No céu em que os pássaros partiram
Um trilha única de nuvens desenhou um arco
Ampliando a infinidade do leste

Mesmo se eu não puder viver com força
Eu queria pelo menos ama-lo
Queria segurar sua mão
Como se estivesse simplesmente…
Simplesmente protegendo-o silenciosamente
Por favor, nunca me deixe ir!

Obrigada, minha linda pessoa
O fato de eu ter sido capaz de conhecer
O futuro assim com você, o fato de poder confiar em você
Foi minha felicidade

Nas manhãs que estivemos juntos, voltando aqueles dias
Nós queimamos pelo infinito
Entre os reflexos da luz solar

No céu onde os jovens passarinhos estão chorando
As nuvens que olhamos
Continuarão a abraçar a vida como sempre fizeram?

Adeus, minha linda pessoa
Não importa a ocasião
O futuro que conheci com você sempre trará
Uma luz que se transformará em esperança

Água flui, extinguindo nossa sede,
E como resultado, esse planeta continua azul como sempre foi

O que esse mundo onde todas as suas coisas perderam suas formas
Deixará para nós?

Me pergunto por que não percebemos logo
Machucamos um ao outro
Mas enquanto pudermos continuar perdoando…

Queria segurar sua mão, como se estivesse simplesmente…
Como se estivesse simplesmente protegendo-o silenciosamente
Por favor, nunca me deixe ir!

O fato de ter sido capaz de te conhecer… o fato de ter podido confiar em você… tudo sobre você
Foi a minha felicidade

Queria ama-lo
Queria segurar sua mão, como se estivesse simplesmente…
Como se estivesse simplesmente protegendo-o silenciosamente

Mesmo se eu não puder viver com força
Não importa a ocasião
O futuro que conheci com você sempre trará
Uma luz que se transformará em esperança

Maaya Sakamoto – Sanagi

Maaya Sakamoto – Sanagi

Crisálida

waiting for the rain

Letra: Maaya Sakamoto
Composição e Arranjo: Katsutoshi Kitagawa (Round Table)
Arranjo de Cordas: Yoji Makino

Acordando em uma manhã, o zumbido nos meus ouvidos pararam e eu renasci
Essa crisálida irá alçar vôo em seu primeiro céu sem nem um pouquinho de hesitação
Não é algo que é ensinado, minhas células simplesmente sabem!

Chutando a terra com meu pé direito
E dando um mergulho entusiasmado
E deslizo através das sombras entre os prédios e as pessoas!
Segurando minha cabeça no alto e contemplando à frente
Passei pelo barulho
Essa sou eu, mas não a eu que eu conheço
Estou caminhando para minha próxima evolução!

Eu não tenho nenhum lugar para retornar
Me manter no limite me permite ser ainda mais imprudente!
Meu tempo foi libertado
Enquanto o tempo é limitado por princípios e ideais
Não posso esperar mais, minha regeneração começou!

Rasgo todas as imagens copiadas
E acabo com qualquer padrão
Me completarem sozinha com minha próprias duas mãos!
Não estou realmente buscando glória
E não preciso de qualquer simpatia
Porque eu posso seguir minhas próprias regras!

Esvazio meu coração
Para apoiar o meu centro de gravidade
Eu farei um começo rápido e voarei com toda velocidade
Acreditando em meus instintos

Chutando a terra com meu pé direito
E dando um mergulho entusiasmado
E deslizo através das sombras entre os prédios e as pessoas!
Segurando minha cabeça no alto e contemplando à frente
Passei pelo barulho
Essa sou eu, mas não a eu que eu conheço
Estou caminhando para minha próxima evolução…
E além!

Maaya Sakamoto – Waiting For The Rain

Maaya Sakamoto – Waiting For The Rain

Esperando Pela Chuva

waiting for the rain

Letra, composição e arranjo: Rasmus Faber
Arranjo de cordas: Rasmus Faber e Martin Persson

Estou esperando pela chuva
Estou sendo apoiada pelo trovão
Um galho que não pode ser movido
Pelo vento

Desperta de um sonho
Decorrido de um sono
Estou distante de casa
Por mim mesma

Ouça minha saudade
Veja a chama carmesim
Como um rubi
É a esperança no meu olhar

Se você fosse embora
E eu não o visse mais
Ainda assim não poderia me mover
Mas estaria
Sentindo sua falta
Agora não sinta medo
Você é a flor que eu não conseguiria ferir
Você pode se esconder na minha sombra
Ou talvez eu…
Estaria segura
Na sua?

Resta um momento para florescer
Eu murcharei ao amanhecer
Nós podemos ficar aqui
Por um tempo?

Ouça minha saudade
Veja minha luz furiosa
É a demonstração de que eu não poderia
Dizer adeus

Se você fosse embora
E eu não o visse mais
Eu ainda não poderia me mover
Mas estaria
Sentindo sua falta
Agora não sinta medo
Você é a flor que eu não conseguiria ferir
Você pode se esconder na minha sombra
Ou talvez eu…

Se você fosse embora
E eu não o visse mais
Eu ainda não poderia me mover
Mas estaria
Sentindo sua falta
Agora não sinta medo
Nós estamos durando por mais um tempo
Eu te darei um dia
Ou talvez eu…
Poderia ter um
Dos seus?

Estou esperando pela chuva

Novo álbum Follow Me Up lançado hoje!

Hoje é o dia de lançamento do novo álbum de estúdio da Maaya, “Follow Me Up” (Siga-me até acima). Veja a tracklist e confira as traduções das músicas que já temos, em breve todas!

41RQgcVdGPL51Lg8B7Ox4L
Versão Limitada e Regular, respectivamente

Lista de faixas:

1. Follow Me (Siga-me)
2. Be Mine! (Seja meu!)
3. Sanagi (Crisálida)
4. Saved. (Salva.)
5. Tokyo Samui (Frio de Tóquio)
6. Arco (Arco)
7. Shiawase ni Tsuite Watashi ga Shitteiru Itsutsu no Houhou (5 Coisas que Eu Sei Sobre a Felicidade)
8. Hajimari no Umi (Mar de Começos)
9. Kore Kara (Daqui Para Frente)
10. Waiting For The Rain (Esperando Pela Chuva)
11. Road Movie (Filme de Estrada)
12. That is to Say (Isso Quer Dizer)
13. Replica (Réplica)
14. Kasukana Melody (Canção Frágil)
15. Iris (Íris)

A versão limitada do álbum (a verde) vem com um DVD com os clipes musicais de Hajimari No Umi, Be Mine!, Replica e Shiawase.

Compre aqui:

CD Japan
Amazon JP

Maaya Sakamoto – Replica

Maaya Sakamoto – Replica

Réplica

Letra: Maaya Sakamoto
Composição: Takahito Uchisawa

Sinto uma única gota de água cair
Me pergunto se estou chorando, embora não tenha ideia do que perdi
Apenas tenho o sentimento de que nunca terei de volta

Desejei que a humanidade falhasse, para poder lutar contra a sombra à minha espreita
Sem ao menos perceber que o alvo para qual mirei minha arma era meu próprio reflexo no espelho

As linhas de grafite desfocadas que deixei para trás ao passar de bicicleta
Espera que alguém retorne
Alguém que reconheça sua existência
Meu dever é ser única e original… ou talvez uma réplica?
Para onde vai nossa imunidade a mentira?

As falhas da humanidade estão fora de nossas vistas, estamos abertos a acreditar em coisas como amor e vínculos
Meu pecado é nunca duvidar
Sua mão direita estendida foi a primeira luz que vi na vida

Nós nos encontramos e nos unimos, nos envolvemos
Com um som que surge pelas nossas cascas, um incomparável grito de nascimento
Então se liberte!

No momento crítico em que tudo chegará ao fim, vou me perguntar o que aprendi e quem eu sou
Há com certeza milhares de possibilidades
Mas apenas uma que eu quero, a única que posso escolher

As falhas da humanidade estão fora de nossas vistas, estamos abertos a acreditar em coisas como amor e vínculos
Meu pecado é nunca ter hesitado
Sua mão direita estendida foi a primeira luz que vi na vida

Você e eu…

Maaya Sakamoto – Kore Kara

Maaya Sakamoto – Kore Kara

Daqui Para Frente

korekara

Letra e Composição: Maaya Sakamoto
Arranjo: Shin Kono

Eu faço curvas, atravesso pontes e rodeio santuários
Quando eu escalo a colina e olho pelo meu ombro posso ver o mar à distância
Caminhei entre o cheiro de flores na primavera, as vozes chorosas das cigarras no verão
Os carvalhos de outono e as estrelas no inverno
Você sempre esteve comigo ao longo dessa estrada sem nome

Alguém uma vez cantou que “tem um significado em cada adeus”
Eu ainda não tenho certeza disso
Ah daqui para frente eu tentarei descobrir isso

Dizem que você pode ir para qualquer lugar, a qualquer distância, se você acreditar
Dizem que um mundo que você nunca tinha visto antes está a frente
Olhando para trás 10 anos, 20 anos de agora, eu me pergunto como vou me sentir olhando do futuro para o hoje
Uma única sombra, esticada, carrega o cheiro das novas folhas que brilham no vento

Algo disse antes “você não deve se comparar a ninguém mais”
Eu seguro fortemente essas palavras enquanto caminho
Ah a hora de começar chegou

Alguém uma vez cantou que “tem um significado em cada adeus”
Eu ainda não tenho certeza disso
Ah daqui para frente eu tentarei descobrir isso.

Eu li em algum lugar que “amar não é estar sempre ao lado de alguém”
Eu ainda não tenho certeza disso
Ah daqui para frente eu tentarei descobrir isso.

Maaya Sakamoto – Tokyo Samui

Maaya Sakamoto / Cornelius – Tokyo Samui

Frio de Tóquio

tokyosamui

Letra: Shintaro Sakamoto
Composição: Keigo Oyamada

Manhã, 6AM,
Frio de Tóquio
A diversão começa a acabar

Depois das festas eles vão
Para as ruelas de Tóquio
Na hora em que todos acordam

Eu quero tentar viver
Em um tempo desconhecido
Em uma terra desconhecida
Com pessoas desconhecidas

Em um vestido em que ninguém pode ver
Eu caminho pela cidade
Ninguém percebe
Mas sozinha posso vê-lo

Manhã, 6AM
Frio de Tóquio
O vento.. A cidade… As pessoas…

Se eu apenas imaginar
Se eu apenas imaginar
É tão divertido, não há ninguém aqui!

Eu quero continuar perseguindo
Um sonho sem fim
Apenas mais um pouco
Eu quero um romance arrebatador!

Eu quero tudo a minha volta
Abraçar qualquer um que cruze meu caminho
Não sei realmente por quê
Mas é como me sinto agora

Eu quero tentar viver intensamente
Mais uma vez
Numa terra desconhecida
Com pessoas desconhecidas

Em um vestido em que ninguém pode ver
Eu caminho pela cidade
Ninguém percebe
Mas sozinha posso vê-lo
Eu posso vê-lo

Maaya Sakamoto – SAVED.

Maaya Sakamoto – SAVED.

Salva.

Letra e Composição: Shoko Suzuki
Arranjo: Ryuuji Yamamoto
Aparece em: Follow Me Up Album, SAVED./Be Mine! Single

Por que raios eu estou aqui
Confusa sobre o amor
Sonhando com o dia em que alguém me salvará
E dançando ao som dos tambores do destino

Retorno para minha casa de bicicleta
Saindo dessa estrada repleta de salgueiros

Em cada pequeno acontecimento,
Ao meu alcance ou não
Você está perto de mim
Brilhando sobre mim

Filósofos podem avistar sonhos,
De uma única ideia
Sua luz perfurante, a força da sua vida,
Brilha mais que as cores do arco-íris

Eu cruzei a margem esquerda e segui pelo rio

No meio de tantas gentilezas sutis
Entre os dias que vão eventualmente chegar ao fim
Me apaixonei por você
E assim, decidi aceitar as dificuldades

Você me salvou

Não há nada que eu sinta falta

Em todos os breves acontecimentos
Entre os dias que vão eventualmente chegar ao fim
Você esteve firmemente lá
Brilhando sobre mim
Eu me apaixonei por você
E assim, decidi aceitar as dificuldades

Você me salvou

Maaya Sakamoto – Hajimari no Umi

Maaya Sakamoto – Hajimari no Umi

Mar de Começos

Letra e Composição: Taeko Onuki
Arranjo: Toshiyuki Mori
Aparece em: Follow Me Up Album, Hajimari no Umi Single

Amo você do jeito que você é
Em um sincero torpor amoroso, eu abro a janela
Quero expressar meus sentimentos
Mas não consigo achar as palavras certas

Nós somos totalmente diferentes, o que é maravilhoso
Vou mostrar o caminho até o meu coração

Dou longos suspiros quando estou perdida
Acredito em dar pequenos passos, por isso continuo andando sem parar

Enquanto olho para as ondas reluzentes
Lágrimas de repente surgem nos meus olhos
Eu sei que esse é o lugar
Pelo qual estava buscando

Quanto mais o tempo passa, mais eu percebo
Que você esteve sempre me protegendo

Fazendo desvios, andando sem rumo
Achei tantas coisas brilhantes, tesouros

Dou longos suspiros quando estou perdida
Acredito em dar pequenos passos, por isso continuo andando sem parar

Não estou sozinha

Maaya Sakamoto – Be Mine!

Maaya Sakamoto – Be Mine!

Seja Meu!

Letra: Maaya Sakamoto
Composição: The band apart

Seja meu!
Beije e chore com seu desejo inegável!
Eu quero olhar de cima
Uma vez que tudo esteja sob minha compreensão

As pessoas dizem “O mundo está no seu fim”
Nesse momento essas palavras estão envoltas de uma estranha autoridade
Eu estou caminhando de mãos dadas com a fascinação
Mas eu vou deixar isso para depois de tirar uma soneca

Estou fazendo tudo que eu quero
Mas quero que alguém interfira
Porque eu com certeza vou ganhar a luta

Seja Meu!
Beije e chore com seu desejo inegável!
Eu quero olhar de cima
Uma vez que tudo esteja sob minha compreensão
É meu!
Se você tem algo que quer
Não deixe que saia de suas vistas
Eu quero vitória absoluta
Esse é o plano, meu simples mantra

Os anjos encontraram culpa em suas deusas
E estão brilhando em terras desocupadas
As estrelas estão cintilando sobre o céu
E eu posso sentir uma tempestade vindo

Diga tudo que você quiser!
Troque de roupa na frente do espelho de novo e novamente!
Você escolheu ser bom ou mau?

Seja você!
Tire sua máscara, sussurre alto e forte!
Heróis nunca são julgados
Uma trivialidade da velha bondade e maldade
É você!
Se você não gosta, cresça mais forte do que você era ontem
Não tem validade fazer as coisas pela metade
Alcance tudo até o último passo

Me encontre
Acredite em mim
E me ultrapasse
Eu quero, eu quero, eu quero!
As coisas que eu ainda estou por ver
Todos os absurdos
Em sua glória
Eu os quero! Eu nasci do seu desejo por eles,
E a hora de brincar acabou!

Seja meu!
Meu nome é “A cúmplice do destino”
Uma razão para minhas atitudes nunca me traírem
É meu!
Beije e chore com seu desejo inegável!
Eu quero olhar de cima
Uma vez que tudo esteja sob minha compreensão